Por que amar o suco verde

Ele está em revistas, blogs, programas de TV, no cardápio das celebridades, na rodinha de conversa no escritório, no encontro entre amigas da faculdade e, há meses, não saia da minha listinha de “coisas para experimentar”. Dia desses, decidi, finalmente, deixar de lado a preguiça (escolher, lavar e preparar os ingredientes leva um tempinho) e encarar o sabor não muito agradável do tal suco verde. O resultado da experiência foi exatamente o que eu já imaginava que aconteceria: ignorei o gosto ruim e apenas pensei em todos os benefícios que esse suco milagroso proporciona para o corpo. A desintoxicação é a principal propriedade da bebida. Além desse, são inúmeros os outros motivos que me fizeram amar o suco composto de folhas, frutas e legumes.

O recomendado por nutricionistas e experts no assunto é beber o suco verde em jejum. As receitas para o preparo da bebida são as mais variadas. Além da água, outra sugestão é utilizar água de coco ou chá verde, que também são bebidas fundamentais para uma dieta equilibrada e saudável. Eu, por exemplo, costumo acrescentar, além dos ingredientes da receita, outros que considero saudáveis e que possam me proporcionar mais benefícios. O gengibre é um deles. Lendo a coluna da Editora Mariana Kalil, na Donna do último domingo, descobri que o gengibre tem ação bactericida, é desintoxicante e melhora o desempenho dos sistemas digestivo, respiratório e circulatório. E o melhor (na minha opinião): retarda o crescimento de tumores no intestino.

Aí vão os ingredientes de duas receitas que recomendo:

Suco verde com água de coco
1 folha de couve
200 ml de água de coco
Suco de meio limão
1 maça com casca
1 punhado de salsa

Suco verde com hortelã
1 pepino com casca
1 folha de couve
1 maça com casca
3 fatias de melão
3 folhinhas de hortelã
200 ml de água gelada

Para quem não tem tempo ou paciência para acordar todo dia pela manhã e preparar o suco, apresento uma maneira mais fácil para não deixar a bebida de lado. Pode-se escolher um dia na semana para triturar todos os ingredientes e congelar em copinhos de café ou até mesmo, em forminhas de gelo. Assim, todas as manhãs, apenas será preciso bater no liquidificador dois ou três copinhos com água e está pronto.

Imagem

Para os que querem ainda mais praticidade, aí está:

Imagem

Não nos apresenta tantas propriedades quanto o suco natural, mas já quebra um galho. Um caixinha custa em média R$ 11 e serve cinco copos. Se for feito em casa, o preço cai por menos da metade. Aí depende da vontade de cada despertador de querer tocar um pouco antes do horário de costume.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s