Experiência padrão Apple

A matéria abaixo foi produzida para o Editorial J, espaço de jornalismo convergente da PUCRS.

Estudante da PUCRS participa de encontro de desenvolvedores da Apple

Um aplicativo do estudante de Sistemas de Informação na PUCRS Thomas Delgado Dias, selecionado pela Apple, permitiu ao seu criador participar, junto com outros 200 alunos de todo mundo, da Worldwide Developers Conference (WWDC) em São Francisco (EUA). Cinco mil ingressos foram disponibilizados e disputados por desenvolvedores que acompanharam, direto do Moscone West, em São Francisco, as novidades lançadas pela empresa da maçã. Tanta exclusividade teve preço: 1,600 dólares pelo ingresso.

Thomas_Aplicativo desenvolvido para Apple

Aplicativo desenvolvido pelo estudante para participar da seleção.

Thomas desenvolveu em um domingo o aplicativo – planejado com as cores do evento, design simples e no conteúdo o currículo de seu criador – que o colocaria dentro do seleto grupo de estudantes com entrada franca para o maior encontro de desenvolvedores da Apple. Realizada tradicionalmente no segundo trimestre de cada ano, a Worldwide Developers Conference reúne um público privilegiado que quer conhecer as novidades da empresa, que normalmente, incluem novas versões do sistema operacional OS X, atualizações do iOS, a versão móvel, e novos equipamentos.

Neste ano, a conferência, realizada entre os dias 2 a 6 de junho, focou basicamente em desenvolvedores, o que causou frustração em pessoas que ansiavam pelo lançamento de um iWatch (relógio com o conceito tecnológico e moderno da Apple), por exemplo. “Os rumores indicavam um iWatch, mas eu não acreditava que eles fossem lançar. Eu entendo que algumas pessoas ficaram decepcionadas. Mas para os desenvolvedores, os lançamentos foram impactantes. Teve muita coisa nova”, relata Thomas. Ele acredita, também, que a nova linguagem de programação tenha sido um dos grandes lançamentos.

O primeiro e mais importante painel do evento teve duração de duas horas e foi essencial para que os desenvolvedores pudessem conhecer uma parcela do que estaria esperando por eles nos dias seguintes. Três andares no Moscone West hospedaram diferentes sessions em uma estrutura que lembra um shopping center de tecnologia. Thomas conta que cada sala apresentava uma demonstração sobre alguma novidade lançada na primeira parte da conferência. “As pessoas que estão lá são privilegiadas porque elas veem em primeira mão tudo o que elas precisam aprender para poder lançar nos aplicativos”, explica.

Além de painéis para apresentar as novidades aos desenvolvedores, o encontro teve a entrega do Apple Design Awards, show com a banda Bastille e a presença de personalidades convidadas para contar sobre suas experiências profissionais. Desenvolvedores também tiveram seus aplicativos analisados por um especialista da Apple, o qual opinava e dava sugestões de aprimoramento.

Thomas diz ter ficado impressionado com a estrutura e organização do evento e acredita que não exista nada parecido com o WWDC na área de informática. O acadêmico, que ocupou o espaço reservado para estudantes, também teve a oportunidade de conhecer grandes nomes da Apple, como Jonathan Ive, um dos responsáveis pelo sucesso do design “limpo” e minimalista que enlouquece consumidores a cada novo produto lançado.

Thomas com Jonathan Ive

Thomas com Jonathan Ive

Thomas Delgado, 25 anos, concilia estudo e trabalho, e ainda dedica-se ao seu negócio próprio. A FlyHigh, empresa com foco em desenvolver aplicativos, foi criada em parceria com mais três amigos: Bruno Bulso, Fabio Barboza e Rodrigo Freitas. Segundo Thomas, eles têm como objetivo o projeto de um produto próprio, mas por enquanto, atendem demandas.

Recentemente, o estudante apresentou “Verona: Um sistema mobile para oferta e procura de carona”, trabalho de conclusão de curso que obteve 10 na nota final. Determinado, Thomas deseja ser reconhecido, algum dia, por ter desenvolvido um grande projeto. “Eu quero um aplicativo que mude a vida das pessoas”, declara ele, com confiança e otimismo.

Anúncios

Um comentário sobre “Experiência padrão Apple

  1. Pingback: #nãoteveiWatch | Mariana Fritsch

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s