Meu comentário sobre a Forever 21 em Porto Alegre

A única pessoa que não curtiu a ideia de uma fast fashion americana com preços de fast fashion americana ter desembarcado em Porto Alegre foi a minha mãe. Dona Inêz ainda não teve a divina oportunidade de pisar na Forever 21 do Barra Shopping Sul, que inaugurou oficialmente no último sábado (6). Mas, se ela tivesse a chance, iria entender o meu lado e aceitar sem desagrado uma parcela a mais na fatura do cartão de crédito pelos próximos três meses.

Parcelei! Viu, mãe?

Na chuvosa manhã de ontem, por uma hora, (quase) enlouqueci dentro da loja mais esperada nos últimos dias pelas gaúchas. O que controlou a minha economia de final de ano foi o pouco tempo que tive para percorrer as araras de roupas cheias de estilo (com todos eles!) e preços bons (não tão bons quanto lá fora, óbvio!). E aí vão alguns breves pareceres sobre a mais nova queridinha do Barra:

  • “Você tem o seu estilo, a Renner tem todos”. Eu parodiaria essa frase para “você tem o seu estilo, a Forever 21 tem todos”. E foi o que mais me atraiu na loja. Acreditava que essa história de agradar a todas fosse realidade apenas entre as consumidoras gringas. Pois aqui a loja não decepcionou quanto à variedade de estilos e modelos.

  • Além da diversidade de peças (a loja oferece muitas coisas bacanas, mesmo!) a facilidade para encontrar o tamanho adequado foi outro ponto positivo. De P a G, todos os tamanhos de uma mesmo modelo estavam expostos.

  • A organização! Era uma manhã de quinta-feira e a loja já estava cheia e com fila. E, além de fila, pessoas um tanto eufóricas disputando o mesmo espaço nas araras mais desejadas. As atendentes, simpáticas e bem treinadas, conseguiam dar conta daquele alvoroço todo nos provadores, no caixa e no resto. Um valeu para essas meninas!

  • Se compararmos aos preços de uma Forever 21 no exterior, as peças em solo brasileiro têm valor mais elevado, mas são valores que valem a pena. Valem muito a pena!

A frase diz tudo!

A frase diz tudo!

Ontem foi o dia de retirar o kit de final de ano da firma. Mas as pessoas não chamam o kit de final de ano de kit de final de ano. Na minha primeira semana na empresa, lá em julho, eu já ouvia os colegas falando em peru de Natal. Os mais íntimos chamam o kit de final de ano apenas de peru.

“Quando vai ser entregue o peru?”, “Quem pode ganhar peru?”, “Eu vou lá buscar o meu peru!”, “Pega o meu peru também?”, “O peru é pesado, vou conseguir pegar só dois”, “O peru vai esperar só mais dez minutos…”, “Todo mundo quer peru!”.

Se todos chamassem o kit de final de ano de kit de final de ano a vida corporativa não teria tanta graça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s