Trilha da Pedra Bonita é uma das preferidas de quem visita o Rio de Janeiro

9h de uma quinta-feira e o sol quente do Rio de Janeiro já me provocava a preparar a minha mochila para seguir rumo a um dos picos mais belos da cidade. Aventureira que sou, estava decidida a não colocar um fim nas minhas férias sem antes conhecer a Pedra Bonita. Caprichei no café da manhã (ainda bem!), calcei um tênis confortável e abri um aplicativo no celular que prometeu me guiar até a Estrada das Canoas, onde seria o início da aventura.

Nunca confie em aplicativos.

O trajeto que deveria levar menos de uma hora para ser feito e que poderia ser percorrido com apenas um ônibus saindo de Ipanema, levou o dobro do tempo e me colocou dentro de três linhas diferentes. Anos atrás, quando a tecnologia ainda não tinha alcançado por completo a rotina do ser humano, fui e voltei do Machu Picchu perguntando informações com voz e vergonha na cara. Deveria ter levando em consideração a experiência peruana para ir de um bairro a outro em uma cidade onde todos falavam a minha língua.

Pedra Bonita, São Conrado, Rio de Janeiro

Mas, como podem observar na imagem acima, não foi o aplicativo que me impediu de desbravar o belíssimo cenário fluminense. A Pedra Bonita pertence ao Parque Nacional da Tijuca, e está localizada entre São Conrado e Barra da Tijuca. A trilha que leva até o topo da formação rochosa dura em torno de 45 minutos, dependendo da disposição do grupo. O percurso é tranquilo e pode ser feito por qualquer pessoa que tenha o mínimo de preparação física e que esteja disposta a suar a camisa.

Juro que vale a pena todo o esforço.

Chegando ao início da Estrada das Canoas, basta pegar o ônibus 448 (Maracaí x São Conrado), a única linha que passa pela entrada que dá início à subida. É importante lembrar que o ônibus não sobe até o estacionamento, onde fica a rampa para voo livre e o início da trilha. Caso não queira ir de carro, táxi ou carona, recomendo que esteja disposto a percorrer a estrada íngreme que liga a entrada ao estacionamento.

Pedra Bonita, São Conrado, Rio de Janeiro

Victor e Renato, companheiros do Tretas & Trilhas.

O que aprendi com a trilha: nunca, em hipótese alguma, vá despreparado. Use roupas leves (aquelas de academia que todo mundo deixa lá no fundo da gaveta), vista um tênis confortável e prepare uma mochila com protetor solar, barrinhas de cereal ou lanches leves, toalhinha e dois litros de água, no mínimo.

E não ouse subir sem qualquer equipamento que registre o passeio. A tia vai querer revelar.

Anúncios

2 comentários sobre “Trilha da Pedra Bonita é uma das preferidas de quem visita o Rio de Janeiro

  1. Pingback: Calma, mãe. Deu tudo certo. | Mariana Fritsch

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s